Uma lúcida interpretação do Agroglifo de Prudentópolis

Gostaríamos de deixar registrado, uma interpretação do recente agroglifo de Prudentópolis PR que recebemos da dra Mônica Medeiros que além de contatada desde os 5 anos, possui um trabalho fabuloso em SP, aqui. Para quem a conhece, dispensa comentários. De fato foi a mais lúcida interpretação que lemos sobre um Agroglifo. As ideias colocadas pela dra Mônica podem nos ajudar muito pois ela definiu alguns elementos que se encontram em muitos outros agroglifos, vamos a sua análise:


“Vou, primeiro, analisar o desenho fisicamente para atestar sua veracidade.
As plantas não quebraram, foram dobradas em ângulo, de modo perfeito. Estão deitadas no sentido anti-horário. Não há dano à estrutura dos vegetais, que continuam vivos e verdes.
Não encontraram pegadas ou marcas que pudessem levar a crer na feitura humana do mesmo.
O campo de energia era intenso.
Não fui lá, infelizmente. Um dia, chego dentro de um, fisicamente.
Gostaria de dar minha interpretação, naturalmente, baseada no que tenho aprendido com os extraterrestres. Não quer dizer que seja a melhor ou a verdadeira. É uma interpretação.
Círculos são dimensões ou órbitas. Esferas são planetas. Esferas em gradação de tamanho, são calendários.
Temos dois grandes círculos que se interpenetram com uma esfera em seu interior.
Como ando pesquisando muito sobre interface, lembram? vejo os círculos como a 3D e a 4D , numa intersecção onde está a Terra. Sofrendo, portando, a ação deste movimento energético.
As 4 esferas que vão em tamanhos proporcionalmente diferentes, interpretadas como calendários, podem indicar 4 ciclos, ou seja, 4 anos.
2015+4=2019.
Será que nos avisam de uma intersecção total em 2019?”

Esta entrada foi publicada em Agroglifos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Uma lúcida interpretação do Agroglifo de Prudentópolis

  1. henriette alves disse:

    Pode ser. Mas no Agroglífos Dragonfly, acho que os círculos em ordem são os planetas que conhecemos e o círculo onde parece ser a cabela de um louva-deus, seria a localização do planeta !alien!…com algumas características que pra nós, parece um inseto, mas só que não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *