EUPA de 04/08/2018

EUPA ocorrido no sábado dia 04 de agosto teve bom público com ótimas discussões sobre as interpretações dos agroglifos que Carlos Alberto Yates nos proporcionou.

Esta entrada foi publicada em EUPA. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

5 respostas a EUPA de 04/08/2018

  1. Obrigado a todos do GAIDU pela cessão do espaço para colocação das ideias. Foi uma ótima tarde, um encontro de troca de experiências muito interessante. Agradeço a presença de todos que dispensaram sua atenta curiosidade aos meus estudos. Todos podemos verificar que as ideias por trás dos agroglifos são simples de serem entendidas quando aplicado o viés espiritual. Um grande abraço a todos.

  2. A demonstração sobre os diferentes mundos de escolaridade, é um dos tópicos mais interessantes e ilustrativos nos estudos da espiritualidade, PARABÉNS ao Senhor Carlos Yates por leva-lo ao publico sequioso por conhecimentos transcendentais. Wilson Candeias

  3. Lúcia Munhoz disse:

    Gostaria de cumprimentar o Sr. Carlos Yates pelo rico estudo dos agroglifos sob o viés do Racionalismo Cristão em conjunto com a Geometria Sagrada e as ‘coincidências’ numéricas. Como sabemos que nossos irmãos do espaço lidam concomitantemente com diversas ciências, por certo cada agroglifo traz uma mensagem que acabaremos por decodificar.

    • Oi cara Lúcia, gostaria de dizer que, no universo coincidências não existem e veja que nós no sistema solar, através do que mostrei, estamos sim fazendo parte de um grande planejamento de mundos superiores e tudo neste sistema foi devidamente arranjado para que, no devido tempo, pudéssemos entender. Também gostaria de dizer que a partir da edição 44ª do livro “Racionalismo Cristão” foi modificada a ordem de colocação dos atributos do espírito e o caráter que era o 11º deles agora é analisado em separado. Mas isso não anula minha base de análise pois para mim continuará valendo o que foi originalmente intuído ao codificador Luiz de Mattos quando do lançamento da 1ª edição do citado livro.

  4. Um agroglifo tem 3 aspectos fundamentais:
    1º) construção, 2º)mensagem e 3º)arte.
    Conhecemos e bem a arte, a sua representação, o seu lado sólido.
    Na Terra temos: 1º) a parte sólida, 2º) a parte líquida e 3º)a atmosfera.
    O indivíduo, ou seja, o “duo indivisível”, se compõe verdadeiramente de:
    1º) espírito, 2º) corpo astral e 3º) corpo físico.
    Do indivíduo conhecemos muito bem o corpo físico e mal começamos a caminhar
    na direção das outras duas partes.
    Da Terra, conhecemos muito bem a sua parte sólida através dos estudos geológicos,
    e pesquisamos a atmosfera e o mar.
    Dos agroglifos conhecemos a arte representativa dos desenhos e desconhecemos
    tanto a técnica quanto a mensagem, ou pelo menos assim pensa a maioria.
    Na atmosfera temos além dos gases o fluido que está impregnado de pensamentos e
    sentimentos negativos.
    Me parece que tudo que tem vida está atido a esta natural divisão em 3 partes, que começa
    com o lado mais sutil ou espiritual, como a mensagem dos agroglifos, que é espiritual ou de
    fundo filosófico. Os aliens fazem com que o homem tenha que se elevar materialmente para
    ver as figuras, mas para entende-las é necessário se elevar espiritualmente e isso ainda não
    foi corretamente feito. Ou seja, estamos esperando novidades na parte material ou intelectual
    e eles estão nos passando somente algo de fundo espiritual, por isso não se encontra a devida
    consonância com algo que lhe permita uma correta interpretação. Pois as mensagens se referem
    ao tipo de organização hierárquica planetária que existe na galáxia, independente da estrela em
    que os planetas orbitem. E isso tudo atido aos mundos de maior evolução que estão situados
    no centro da Via Láctea e a comandam. Não vamos poder evitar: a filosofia está na base de tudo !
    Obrigado,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *